Os olhos são, sem dúvida, um dos órgãos mais importantes do corpo humano e também um dos mais sensíveis.

É um local que necessita bastante umidade e cuidados, principalmente, contra a incidência de raios solares.

Os problemas oculares, no entanto, são bastante comuns, como o terçol e a conjuntivite, por exemplo. E a conjuntivite é a grande responsável quando o assunto é sensibilidade à luz e a ardência nos olhos.

E é sobre esses incômodos que falaremos nesse artigo e também apresentar outras informações com relação à ardência nos olhos.

O que é a sensibilidade à luz e ardência nos olhos?

Você já sentiu ou conhece alguém que já vivenciou esses sintomas nos olhos? A ardência ocular é bastante comum e é descrita como uma sensação incômoda, pois não só traz a sensação de olhos ardendo, como também parece que os olhos estão com areia.

Esse problema é, sem dúvida uma irritação ocular e pode provocar até coceira. No entanto, ao coçar os olhos você pode estimular ainda mais a sensação de ardência e coceira. Além de aumentar as chances de contágio da irritação.

Já a sensibilidade à luz é um desconforto ocular que aparece quando os olhos estão expostos à luz, tanto natural, quanto artificial.

A sensibilidade à luz é normal para as pessoas que são fotossensíveis, no entanto, pode sim ser um sintoma de algo não natural.

A ardência ocular mais comum está ligada à conjuntivite, um problema que traz no combo, além da ardência, a vermelhidão ocular, o lacrimejamento excessivo e, é claro, a sensibilidade à luz.

O que causa a conjuntivite?

A conjuntivite é um processo inflamatório ocular que ocorre em toda região branca do olho e pode espalhar pela parte interna das pálpebras.

A inflamação pode surgir por uma infecção bacteriana, por um processo alérgico (como a rinite alérgica) e pelo contato com algum agente externo (fumaça, maquiagem, cloro, sabão, colírios, etc).

Em todos os casos é imprescindível a visita ao médico oftalmologista, uma vez que cada processo inflamatório pode demandar um tipo de tratamento diferente.

Que outros problemas pode implicar em sensibilidade à luz e ardência nos olhos?

Dois outros problemas podem causar sensibilidade à luz e ardência ocular: alergia e olho seco.

A alergia é um problema muito comum, uma vez que ela é sempre a resposta imunológica à presença de algum corpo estranho. E isso serve tanto para os olhos, quanto para o nariz, por exemplo.

Sabe aqueles espirros de rinite alérgica que você dá quando se expõe à poluição, poeira e produtos químicos? Pois bem, o olho também pode responder a esses agentes através de um processo alérgico e, é claro, isso pode causar ardência e sensibilidade à luz.

Já o olho seco é aquele que não produz líquido lacrimal o suficiente para manter a hidratação ocular. Logo, se o seu olhos não está sendo lubrificado como deve, você poderá sentir ardência e até sensibilidade à luz.

Esse problema ocular, apesar de ser muito comum entre pessoas mais velhas, pode ocorrer em qualquer fase da vida (como com quem utiliza muito lente de contato, por exemplo).

Portanto, ao sentir os sintomas, procure um médico, às vezes só um colírio lubrificante já vai mudar sua vida.